Top 10 Girl: Janeiro 2011

Mitos e verdades sobre a higiene íntima

mitos verdades higiene intima 300x200 Mitos e verdades sobre a higiene íntimaOs cuidados de higiene com a região íntima devem fazer parte da rotina das mulheres e são essenciais para ficar livre de infecções e outros problemas ginecológicos. Tire suas dúvidas a respeito dos mitos e verdades sobre a higiene íntima.

As calcinhas para usar no dia-a-dia podem ser de qualquer tecido

Mito. As calcinhas de algodão são as mais recomendadas, já que as de tecidos sintéticos impedem a respiração do local e aumentam a umidade. Deixe as lingeries de lycra ou a renda para ocasiões especiais.

O ponto G dele!

Não é só a gente que tem um monte de botões no corpo para apertar e ver estrelas. Agora chegou a vez de descobrir pedacinhos do corpo dele que são sinônimos de satisfação garantida, só que ninguém sequer desconfia. Sim, eles também têm ponto G, como afirma a sexóloga Marilene Vargas. "Fica atrás da região testicular, no meio do caminho entre o saco e o ânus", relata, garantindo que nesse caso o orgasmo pode ser bem mais extenso do que o orgasmo tradicional.

Outro lugar que merece nossa atenção na próxima noite de amor é o chamado ponto de um milhão de dólares, localizado entre os testículos e o ponto G. Segundo a especialista, com a estimulação desse ponto, o prazer vai do fio do cabelo até o dedo do pé, como se o corpo todo entrasse em orgasmo. Para dar tudo certo na hora agá, Marilene sugere que o estímulo seja feito através de carícias ou lambidas delicadas. "O ponto pode ser tocado por dentro ou por fora. Nada de fio terra, nem introduzir nada. Somente conhecer os detalhes do corpo do parceiro sem necessidade de penetração", ensina Marilene. 

É verdade, tá cheio de homem por aí que morre de medo de ser surpreendido por um dedinho mais afoito em lugares proibidos. Para que não haja nenhum tipo de desconforto, uma boa é conversar com o parceiro e delimitar fronteiras, para que ele possa ficar relaxado enquanto você estiver passeando por essa região que é tão delicada para muitos homens. "Para ambos, é importante ter uma relação de confiança e também a certeza de que o outro não vai fazer nada sem consentimento prévio", explica.

Música estimula o humor de forma semelhante a compras e sexo

 . Foto: Getty ImagesA capacidade de melhorar o humor está relacionada à dopamina, que provoca sensação de prazer
Foto: Getty Images

Patricia Zwipp
Você se sente bem quando ouve música e não sabe qual o motivo? De acordo com uma pesquisa da Universidade McGill, no Canadá, ela faz com que o cérebro se comporte da mesma maneira que quando reage a outras experiências prazerosas, como comidas saborosas, sexo e compras. A capacidade de melhorar o humor está relacionada à dopamina, um neurotransmissor que provoca sensação de prazer.
A pesquisadora Valorie Salimoor e seus colegas testaram os efeitos de canções em voluntários, cujos cérebros foram monitorados. Descobriram que, durante o pico de excitação emocional, partes do órgão ligadas ao contentamento e à recompensa liberam doses de dopamina.
Segundo os cientistas, o estudo pode ajudar a explicar porque a música é tão popular nas culturas e serve de partida para novos testes sobre substratos biológicos que sustentam formas abstratas de prazer. A publicação Nature Neuroscience divulgou esse trabalho.

Fonte:mulher.terra

5 Ideias Anti-Stress

Numa altura em que a sua vida parece um quebra-cabeças, apresentamos-lhe estratégias que o ajudarão a simplificar o seu dia-a-dia em casa e no trabalho e a preservar o seu equilíbrio físico e emocional.
Não se deixe contagia pelo pessimismo
Por pior que seja a empestada mantenha a tranquilidade, a noção dos valores e das prioridades. As emoções são contagiosas mas a paz de espírito também o é. Uma pessoa que conserva a calma é um pouco como uma ilha no meio do mar quando todos parecem poder afogar-se.
Faça um plano
Pense nas áreas da sua vida que pode melhorar e trace metas a curto (um mês), médio (seis meses) e longo prazo (um ano) para atingir o que pretende. Mas defina apenas objectivos concretizáveis para não se sentir frustrada.
Durma descansada
Maus hábitos de sono estão associadas a diabetes, doenças cardiovasculares, hipertensão, problemas de memória, concentração até de peso. Melhore as suas noites e durma entre seis a nova horas por dia.
Faça caminhadas
Cerca de dez minutos a caminha é o quanto basta para promover a contracção muscular, o incremento de circulação sanguínea e, sobretudo, abstrair-se do trabalho. Experimente fazê-lo duas a três vezes por dia, na rua ou até mesmo no interior da sua empresa.

Fonte: espacomulher

Alimentos que diminuem a calvície

Uma  alimentação saudável é muito importante para quem deseja ter uma cabelo bonito e forte.
Alimentação vs. cabelo:
  • fortalece os fios
  • estimular o crescimento do cabelo
Alimentos amigos do cabelo:

Proteínas:
  • carnes, ovos, soja, leite e derivados; Cobre: nozes, castanhas e ostras;
Ferro:
  • fígado, gérmen de trigo, amêndoas, passas, feijão, lentilha e folhas escuras;
Zinco:
  • carnes, gérmen de trigo, levedo de cerveja, ostras, nozes, gema de ovo e óleo de linhaça;
Alimentos que diminuem a calvície:
  • soja
  • lentilha
  • gema de ovo
  • abacate
  • cenoura
  • semente de girassol
  • peixes
  • acerola
  • goiaba
  • couve
  • brócolos
  • pimentão verde
  • espinafre
  • laranja
  • morango
  • óleo de gérmen de trigo
  • óleo de girassol
  • nozes
  • amendoim     
Fonte:espacomulher 

Quando o casal não se dá bem na hora do sexo

Gilda* foi casada por quase seis anos. Conheceu o marido numa sala de bate-papo da internet e os dois marcaram um encontro no mesmo dia.
"Tivemos um entrosamento desde o começo", lembra. A moça planejava montar um apartamento em São Paulo e se mudar para a capital - e o rapaz, que já morava na cidade, acabou participando de tudo. "Como ele me ajudou a montar, o apartamento ficou sendo nosso", lembra Gilda. Daí para o casamento foram apenas alguns meses.
Quando o casal não se dá bem na hora do sexoMas a vida a dois foi muito conturbada. O sogro da moça estava acamado, por isso o casal morava com ele e mais duas enfermeiras. Ou seja, nunca ficavam sozinhos em casa para ter aquela lua-de-mel. Depois, Gilda teve depressão e precisou "curar-se na marra", quando o marido sofreu um enfarte. Quando conseguiram finalmente morar sozinhos e em paz, o interesse sexual já não existia há mais de um ano. "Além de tudo, eu engordei uns 20 quilos quando tive depressão. Mas acho que se um sentisse desejo pelo outro, teríamos retomado a vida sexual ativa. Só que não aconteceu".
O casamento terminou há alguns meses, porém ambos continuam amigos e parceiros. Assim como Gilda e o ex-marido, alguns casais sofrem com problemas relacionados à sexualidade, como a incompatibilidade. E, infelizmente, "são poucos os que conseguem chegar a um consenso satisfatório para ambos", afirma o psiquiatra e psicoterapeuta Eduardo Ferreira-Santos, autor do livro "Ciúme, o lado amargo do amor" (Summus Editorial, 2007).

Sexy Fitness ajuda a melhorar a vida sexual

 Hoje as mulheres estão mais confiantes. Se sentem mais seguras para procurar atividades que lhes tragam prazer.

 Muitos são os cursos que oferecem este serviço. Um deles é o Sexy Fitness. As aulas são preparadas para trabalhar o corpo e a autoconfiança feminina.

Sexy Fitness ajuda a melhorar a vida sexualA criadora do Sexy Fitness é a professora e personal trainer Eliana Roman. As aulas são compostas por um conjunto de exercícios que mistura movimentos ritmados e harmoniosos. Também são utilizados objetos como bolas, plumas e luvas de boxe. O ambiente tende a ser o mais tranquilo possível. O objetivo é alcançar o equilíbrio entre corpo e mente. "As aulas são divertidas e dinâmicas em ambiente aconchegante que envolve recursos práticos para resgatar o equilíbrio", afirma Eliana.

As alunas têm autonomia para decidir o enfoque do curso. Os objetivos mais procurados são a melhora da sensualidade, auto-estima, combater a timidez e soltar o quadril. A personal trainer garante: "Outros objetivos as alunas só conhecem quando passam a frequentar as aulas como, por exemplo, melhora na flexibilidade, do sistema cardiorrespiratório, queima calórica e resistência muscular localizada".

Quanto custa sair da casa dos pais?

Quanto custa sair da casa dos pais

Jovens e muitos adultos querem mais do que nunca alcançar a sua independência financeira e sair logo da casa dos pais. Mesmo com uma boa quantia em mãos, muitos têm duvida de quanto separar, ainda se devem partir para o aluguel ou logo já financiar um apartamento. Outra dúvida é quanto reservar por mês para o pagamento das despesas básicas sem comprometer o orçamento.
A dica número um do consultor financeiro Erasmo Vieira é pesquisar e conseguir uma média das despesas (aluguel, condomínio, água, luz, gás, telefone) relativas de onde você pretende morar e colocar tudo na ponta do lápis. Além disso também deve ser levado em consideração se o apartamento precisa de reformas. "Então saber se o orçamento vai suportar estes novos itens. Outro dado importante é a mobília do novo local. Já tenho? Vou ter dinheiro para comprar? Vou financiar o valor da compra? Se for financiar é mais um item que deve inserido no orçamento mensal", aponta.

Hábitos não-saudáveis deixam a mulher quatro anos mais velha


Investe em cremes, tratamentos estéticos variados e cirurgias plásticas para parecer mais jovem, mas não tem hábitos saudáveis? Pois saiba que um estilo de vida desregrado pode fazer com que as mulheres pareçam 4,25 anos mais velhas, segundo uma pesquisa do Reino Unido.

     . Foto: Getty Images O levantamento contou com dados de 8 mil mulheres com mais de 25 anos. Entre os costumes que prejudicam a aparência estão fumar, beber, comer alimentos calóricos, usar câmara de bronzeamento artificial e não cuidar da pele. Vale dizer que os cientistas não examinaram a pele das participantes, mas levaram em conta a opinião delas de quantos anos acham que aparentam ter.
O estudo revelou que uma em cada cinco pessoas do sexo feminino não usa hidratante; 40% se expõem regularmente ao sol sem proteção; um quarto consome junk food duas a três vezes por semana; e as mulheres bebem em média 448 unidades (doses) de álcool e fumam 894 cigarros por ano. Um quarto gasta 10 minutos por dia preocupada com o envelhecimento. 

Ravi Jain, da Clínica Riverbanks, em Bedfordshire, Inglaterra, disse ao jornal Daily Mail que a produção de colágeno (que sustenta a pele) diminui naturalmente com a idade, mas os hábitos não-saudáveis aceleram a sua degradação. 

Patricia Zwipp

Como mudar a cor dos cabelos

como mudar cor cabelos 300x200 Como mudar a cor dos cabelosUma mudança no visual é sempre bem-vinda. Pode ser na maneira de se vestir, um corte diferente ou até mesmo arriscar uma mudança na cor dos cabelos. Se você está decidida a mudar a cor das madeixas, confira algumas recomendações para arrasar no novo visual.
Escolher o tipo de produto a ser utilizado e a tonalidade que devem ficar os fios talvez seja a parte mais difícil. As embalagens das tinturas geralmente trazem um quadro de efeitos da cor, isso ajuda na decisão. Mas lembre-se que tintura não clareia tintura. Se o seu cabelo já for tingido e você quiser clarear os fios, é necessário fazer uma descoloração no salão, passar uma tinta em cima da outra pode ter um resultado desastroso.
Existem dois tipos de colorações, as permanentes e as temporárias. Embora as duas versões das colorações possuam em sua fórmula pigmentos artificiais que dão nova cor aos fios, a grande diferença está na presença ou não de amônia e na quantidade de oxidantes em cada composição. Esses ingredientes são responsáveis pelo processo de tingimento dos cabelos.