Top 10 Girl: Abril 2012

Por onde anda o homem do melhor emprego do mundo?



Ben Southall venceu concurso em 2009Em 2009, o britânico Ben Southall assumiu o que foi à época chamado de "melhor emprego do mundo" - zelador de uma ilha tropical australiana - depois de bater 34 mil concorrentes. Ele recebeu um salário anual de 150 mil dólares australianos e acomodação em uma mansão de luxo na ilha Hamilton, no Estado de Queensland. » Concursos abrem 7,5 mil vagas com salário de até R$ 21 mil Acompanhado de sua namorada da época, ele passou os seis meses seguintes viajando pela região para promovê-la. Hoje, quase três anos depois, o que ele anda fazendo? Quando partiu para assumir o "melhor emprego do mundo", Ben deixou o trabalho de arrecadador de fundos de uma agência de caridade em Peterfield, no condado de Hamsphire, e já tinha nas costas uma boa experiência com viagens, tendo completado várias expedições solo pela África."Quando vi o anúncio do emprego, pensei que seria como viver em uma ilha deserta, da mesma forma que Tom Hanks em O Náufrago", diz ele. "Mas foi depois que venci e fui entrevistado pela Oprah Winfrey, em programa transmitido para 140 países, que pensei como tudo estava se tornando grande demais", afirma. 
Trabalho
Seu trabalho era testar atrações turísticas ao longo da Grande Barreira de Corais, incluindo produzir conteúdo de fotos, texto e vídeo para um blog para divulgar o potencial turístico do local. Embora alguns suspeitassem que o anúncio do emprego - que obteve grande destaque na mídia mundial - fosse uma jogada de marketing, Ben diz ter trabalhado mais do que o esperado.
"Trabalhei bastante. Este devia ser chamado de emprego mais ocupado do mundo", diz. "Cada dia era uma experiência diferente: jet sky, me hospedar em pousadas de cinco estrelas à beira da praia, mergulhando e depois escrevendo sobre isso.""Exigi muito de mim por ter uma ética profissional rígida. Há cerca de 150 mil pessoas trabalhando com turismo em Queensland, portanto a pressão era grande por causa da responsabilidade que eu sentia por eles", completa.Exceto por uma ferroada de um tipo de água-viva conhecida como Irukandji, uma das criaturas mais perigosas da Austrália, sua experiência foi bastante positiva. Além disso, ele fez um programa para o canal National Geographic e participou de um programa infantil australiano.
Expedição
Mas Ben não fazia uma viagem longa desde o tempo em que passou na África, e sentia falta do desafio de um projeto maior. Então, em maio de 2011, ele inicou "a melhor expedição do mundo". Durante quatro meses, ele remou, pedalou e velejou navegou por 1,6 mil km em um caiaque do tipo Hobie pela Grande Barreira de Corais, refazendo a rota que o capitão James Cook havia feito há cerca de 240 anos.
A expedição reacendeu sua sede por viagens, e ele já planeja novas aventuras, dessa vez pela Ásia. Mas, ao contrário de suas viagens pela África, ele não deve embarcar sozinho na próxima aventura, já que vai se casar em novembro com Sophee, que conheceu há 18 meses. Ao olhar para trás e fazer um balanço dos últimos três anos, Southall diz que, se não houvesse ganhado a competição, teria continuado dividindo seu tempo entre trabalhos na Grã-Bretanha e viagens para lugares inóspitos."O emprego me permitiu viver aventuras e continuar explorando, escrever sobre isso e aprender novas coisas, como filmagem, edição, apresentação em público e trabalho de TV", diz Southall, que hoje vive na cidade australiana de Brisbane. "São coisas ótimas que, se não fosse a competição, eu nunca teria feito."




Três erros frequentes na cama

Veja três situações que podem estragar a noite com seu parceiro!
Veja três situações que podem estragar a noite com seu parceiro!

Na cama pode tudo mesmo? Não existem regrinhas eternas para regulamentar o sexo entre quatro paredes. Mas há, sim, pequenas atitudes que podem acabar com uma noite que poderia ter sido incrível. Veja três situações que podem esfriar a noite com seu parceiro.

A transa não acaba depois que ele tiver ejaculado
Muitas vezes é assim que acontece: um amante egoísta vai virar para o lado, dizer um "foi uma delícia" e deixar você vendo navios. "Embora seja verdade que o pênis do homem fica mesmo fora do combate temporariamente, as mãos e a boca do rapaz continuam tão prontas para a ação quanto sempre estiveram. Então, o que a impede você de dizer ao seu parceiro "ei, mas não acabou ainda", e pedir que o cara a acaricie com as mãos?", explica a psicóloga e sexóloga Carla Cecarello.
Ocupado nesse meio tempo com carícias em você, logo que ele tiver recuperado o fôlego vocês podem emendar uma sessão de sexo oral (caso o rapaz não curta a ideia de cair de boca em você logo depois de ter estado com o pênis no mesmo local, tenha sempre por perto um pacote de lenços umedecidos perto da cama ou dê uma passada no banheiro para se lavar). E se ele apagar involuntariamente depois do orgasmo? "Procure explicar que, nesse caso, você precisa ter o seu garantido antes de o moço chegar ao dele", ressalta a sexóloga. Camaradagem no sexo é fundamental.

Nada de cara feia para o "novo" na cama
Não se assuste ou crie resistências se, um dia, seu parceiro sugerir novidades para o cardápio sexual de vocês. A maior parte dos casais faz na cama o equivalente a almoçar o arroz com feijão todos os dias, dia após dia, ano após ano, repetindo exatamente o mesmo roteiro a cada relação sexual. "Desejar uma mudança é uma coisa natural e você não tem porque se sentir ameaçada", reforça Carla.
Os homens, assim como qualquer mulher sexualmente saudável, gostam de ver, testar e vivenciar novidades no terreno sexual. E isso, acredite mulher, não é motivo para desespero ou alarme. Ele não enjoou de você e nem deve ter aprendido coisas com outras mulheres. Não existe nada com o que se preocupar. Trata-se de uma necessidade humana variar a rotina.

Mostre o roteiro do seu corpo a ele
O homem ainda é um homem das cavernas na cama. Quando engata no sexo, qualquer língua torna-se desconhecida para ele. Que tal dizer a ele um roteiro para o seu corpo e para o prazer? "Se você não mostrar ou disser ao parceiro como ele deve tocar o seu corpo, os momentos certos, onde, qual a intensidade e o ritmo desejados, é melhor os dois desistirem logo de fazer qualquer progresso quanto ao entendimento sexual do casal", explica a sexóloga. Abrir a boca para falar o que você deseja garante uma vida sexual prazerosa aos dois.
Então, nada ficar envergonhada ao dizer essas coisas em voz alta. É penoso abrir a boca e soltar um gemidinho para deixar que ele saiba que você está gostando de uma carícia em especial? Não é, então, a mesma coisa na hora de dizer o que você deseje dela. Dê a ele orientações simples do tipo: "Mais suave, mais devagar, aí mesmo". O ideal é começar gradativamente e sem pressa. Assim, com essa comunicação vindo de você, o prazer a dois será garantido!






Isis Valverde, a nova periguete da telinha

Geralmente, os vilões de novelas são os personagens que têm mais apelo junto ao público. A maioria dos atores sonha em fazer maldades na telinha, já que a melhor forma de mostrar seu talento é provocar a ira do telespectador.
Mas ultimamente, quem tem roubado a cena são as periguetes. Viver mulheres sedutoras ambiciosas e provocantes é o novo sonho de consumo das jovens atrizes. As periguetes são as novas queridinhas do público.
Vale lembrar o sucesso de Natalie Lamour (Deborah Secco), em Insensato Coração, e de Teodora (Carolina Dieckmann), em Fina Estampa. Apesar de terem caráter duvidoso, elas se destacaram em suas respectivas tramas e viraram mania nacional.
Agora, a periguete do momento é Suelen, vivida por Isis Valverde em Avenida Brasil. Cada vez que a morena passa e a música "Correndo atrás de mim" começa a tocar, o público sabe que vem confusão por aí.
A morena usa e abusa da sedução para alcançar seus objetivos. Afinal, como ela própria disse em uma de suas primeiras cenas:

- Meu corpo é esse e a pista é nossa, meu amor!
Mas apesar de aprontar muito, tem como não amar a Suelen? Até porque, tudo indica que a moça esconde um passado nebuloso e pode ter bons motivos para ter se tornado tão pilantra.
Ponto pra Isis Valverde, que conseguiu deixar pra trás as mocinhas ingênuas de novelas anteriores e surgiu como um furacão no horário nobre. Bumbum empinado, roupas justíssimas e curtas e a famosa correntinha na cintura compõem o visual de Suelen. Alguém duvida que o estilo logo vai ganhar as ruas?
Suelen não vale nada, mas é assim que o povo gosta.





Paula Fernandes desbanca Adele no iTunes, diz jornal.

Paula Fernandes na gravação do 'Show da Virada' em São Paulo (Foto: Iwi Onodera/ EGO) A música "Long Live", parceria de Paula Fernandes com a americana Taylor Swift, passou "Someone Like You", de Adele, e se tornou a mais baixada na loja virtual de músicas iTunes, segundo matéria publicada nesta terça-feira, 13, no "Diário de S.Paulo".

Ainda de acordo com o jornal, desde que a loja foi lançada no Brasil em dezembro, a canção da inglesa Adele ocupava o primeiro lugar na preferência dos clientes.

Mulher cafajeste

Toda mulher já teve um cafajeste para citar na sua biografia. É ou não é? Eles usam, abusam, nos fazem de gato e sapato e, para sorte nossa, caem fora. Afinal, ninguém merece dividir o cobertor com um tipo desses, a menos que tenha vocação masoquista (pior que um monte de mulher tem). Mas existe também a versão feminina da 'flor que não se cheira': a mulher cafajeste. 

Elas estão por aí, nos bares da vida, nos escritórios e nas ruas, prontas para fazer uma vítima a qualquer momento. Lançam charme, se insinuam. Se a presa tiver aquele sinal reluzente no anelar esquerdo, é perfeita! Elas adoram homens alheios. Mas não se prendem a isso, o que importa a elas é a caça. 

A nutricionista Carla Barbosa já cruzou com algumas peças. "Conheço bem o tipo. São mulheres amorais, que não têm pudor, são predadoras mesmo. Tenho uma colega de trabalho que é assim, não tem a menor preocupação com os sentimentos dos outros. Geralmente, escolhe os mais bobos para seduzir. Explora até onde pode e depois dá um pé na bunda do infeliz", conta. 

Com elas não tem essa de sentimentalismo barato. O que importa é saciar um desejo. Uma publicitária que preferiu não se identificar viu o seu irmão cair nas garras de uma famosa modelo e, atriz cheia de projetos. O rapaz era avesso a badalações e flashs. No entanto, a moça o convenceu a posar para uma revista de celebridades. O casal foi capa! "Ela tanto insistiu que ele topou. Todo mundo viu: amigos, família. Na semana seguinte, ela o dispensou e apareceu namorando um ator, com direito a fotos em todos os jornais. Foi um escândalo! E olha que eles namoravam há quatro anos. Foi difícil para ele se recuperar da humilhação", lembra a publicitária.

Elas só querem se dar bem. Homens com potencial de lhes proporcionar benfeitorias são os preferidos. Jantares, festas, presentes, viagens. Ou tudo junto! O negócio é aproveitar o quanto podem. "Eu tenho uma amiga que deu em cima de um homem casado e engravidou. Conseguiu que ele se separasse para casar com ela. Fez ele vender o apartamento que vivia com a ex-esposa, torrou a grana com viagens, silicone, carro zero... E este ano trocou ele por um com mais dinheiro. Assim. Ele até agora não está entendendo o que está acontecendo. Não acredita!", diz a designer Cinthia Pontes.
Pode parecer implicância de mulher. Por isso, fomos trás de quem pode nos revelar de alcova se procede uma mulher ser cafajeste ou se não passa de intriga da oposição. O engenheiro químico Marcos Braga Leite deu seu depoimento: "Estou escaldado com este tipo. Namorei uma menina que eu deixava em casa, me despedia com beijinho e, bastava eu virar a esquina, ela saía com outro", recorda.
Marcos descobriu a vida dupla da moça da forma mais pitoresca. "Estava indo a uma festa e liguei para a casa dela para avisar. A mãe disse que ela ainda não tinha voltado, que pensava que estava comigo. Ficamos desesperados, achando que a garota tinha sido sequestrada. Então fui para lá. Mas quando estou chegando vejo ela aos beijos dentro de um carro na porta do prédio. Fiquei louco. Fiz um escândalo, chamei de piranha, vadia... O cara saiu fora cantando pneu, a mãe dela desceu e eu fui embora dizendo que nunca mais queria olhar pra ela, uma cafejeste", lembra ele.

Agora, a pergunta que não que calar: o que leva uma mulher a agir assim? A psicóloga Vera Soumar dá uma pista: "Tudo começa na personalidade. Esta forma de ser é reflexo de um caráter. Essas mulheres não surgiram agora, sempre existiram. No entanto, eram reprimidas. Com a liberação sexual e a independência financeira, elas puderam ser elas mesmas. Assumir essa postura sem medo da sociedade. Em parte, pode ser também uma forma de vingança, já que conseguem usar os homens sem se envolver emocionalmente".

Vera ressalta que os homens ditos cafajestes contam, ainda hoje, com a "benção da sociedade". "Os cafajestes são uma instituição, é normal, a própria mulher tolera", diz Vera. Cafajeste ou não, mulher é mulher. E, segundo a psicóloga, não faz parte do instinto feminino agir dessa maneira. "Um dia ela vai acabar se envolvendo com alguém, e essas atitudes perante os homens e a vida acabam sendo revistas", comenta. Os céticos, como Marcos, têm uma explicação para a redenção das cafajestes: "Tenho certeza que ela vai encontrar alguém que faça a mesma coisa com ela". E vocês, o que acham disso? 

Cinco dicas para ter mais volume nos cabelos.

O cabelo liso chapado tem seu valor, mas um pouco de volume no lugar certo é indispensável para um visual mais poderoso. Especialmente para o Delas, os cabeleireiros Sandro Cassolari, do salão que leva o mesmo nome, e Dag Arcas, do Tamba Boutique, ambos em São Paulo, entregam cinco truques certeiros.

É possível ter fios mais encorpados seguindo algumas dicas simples

1. Secar levantando a raiz
Com os fios ainda úmidos, aplique um ativador de volume leve ou uma bola de mousse. Separe as mechas e inicie uma escova com o movimento de tensão para o alto. Segure a escova bem firme na raiz e puxe para cima, sempre secando. “A ideia é secar no sentido contrário ao nascimento dos fios, para dar movimento”, explica Dag. O secador deve estar em velocidade baixa e em temperatura quente, para não estimular o frizz. O procedimento pode ser repetido algumas vezes para proporcionar mais brilho com as passadas da escova.
2. Bobe no alto da cabeça
Dependendo do cabelo, só levantar a raiz não dá o volume desejado. Então, o próximo passo é prender algumas mechas com bobes – com o diâmetro bem largo e proporcional ao comprimento dos fios. Separe três mechas largas, uma em cada lado da cabeça e outra no topo. Enrole o acessório da ponta até a raiz e, em seguida, prenda com um grampo. “Ele é muito importante para dar volume e firmeza”, explica Cassolari. Deixe o tempo necessário até completar o restante da produção – aplique a maquiagem, escolha um brinco e troque a roupa enquanto isso. Após soltar, penteie os cachos com as pontas dos dedos.
O ideal é secar os fios puxando para o alto
3. Pomada em pó
O produto serve para dar textura aos fios e “desprende-los” da raiz sem deixar um aspecto oleoso. Depois do cabelo pronto e escovado (como descrito na dica 1), salpique uma leve quantidade de pomada em pó no topo da cabeça. Penteie com os dedos fazendo movimentos para o alto, como se estivesse modelando. “Quem não tiver muita prática, pode aplicar primeiro na mão, já que a pomada é branca e a má utilização pode deixar o cabelo branco também”, explica Dag.
4. Corte repicado
O corte repicado dá a impressão de um cabelo mais volumoso, com movimento. Então aposte nas camadas, principalmente no contorno do rosto ou nas laterais. Evite o blocado ou fio reto, esses cortes são indicados justamente para quem não quer volume. “O cabelo em camadas, sem dúvidas, fica com mais balanço”, conta Cassolari.
5. Coque alto com cabelo úmido
Seque 80% do cabelo, deixando os fios levemente úmidos. Penteie todo o cabelo para cima e segure as mechas como se fosse prender um rabo de cavalo. Em seguida, torça sem muita força, girando até a ponta. Deixe o penteado descansar até que seque totalmente. Ao soltar, você perceberá o caimento diferente e os fios mais volumosos, tipo capa de revista.

Cabelos: cinco dúvidas sobre recuperação dos fios

Com a chegada do outono, é preciso redobrar os cuidados com os cabelos, já que a predominância do tempo seco e a oscilação da temperatura podem danificar a beleza dos fios. Por isso, é preciso adotar alguns cuidados específicos para evitar o ressecamento e a falta de brilho. Nesta coluna, respondo cinco perguntas recorrentes sobre o tema.

Fios ressecados: não adianta só cortar as pontinhas detonadas
1. Com as pontas ressecadas devido ao verão, o que é preciso fazer agora no outono para contornar este problema?
É comum as pessoas acharem que só cortando as pontas ressecadas é possível solucionar o problema. Isso é um mito. Cortar as pontinhas é importante como hábito, a cada 40 até 80 dias, mas não resolve o problema do ressecamento.

O ressecamento se estende ao longo de todo o fio, e a ponta é só um reflexo disso. A única solução é apostar nas hidratações.

Para definir o melhor tipo de hidratação é preciso, antes de tudo, analisar o que provocou esse ressecamento – excesso de sol, falta de vitamina, efeito de alisamentos ou tinturas.

2. Se os cabelos já estão muito prejudicados, qual tipo de tratamento é ideal?
Cabelos muito prejudicados precisam de tratamento do tipo UTI, que é intensivo. Dependendo do estado dos fios, só as hidratações profissionais resolvem – feitas em salão de beleza com ativos concentrados. Recomendo cinco hidratações, no mínimo. É fundamental que a hidratação seja feita, pelo menos, uma vez por semana. Só assim será possível recuperar a queratina e a elasticidade do cabelo.

3. Quais tratamentos caseiros são realmente eficazes para restaurar a saúde e beleza do cabelo?
Atualmente existem diversas opções de cosméticos que garantem um resultado perfeito. A mulher hoje tem opções de comprar vários cremes e restauradores bons sem ter que ir até o salão do profissional para fazer uma hidratação.

Eu recomendo adquirir marcas confiáveis, que expressem os ativos na própria embalagem. As máscaras, especialmente, podem ser muito boas.

Mas é preciso fazer direito: separar os fios em várias mechas e aplicar o produto, massageando com as mãos, várias vezes. Espalhe muito bem, em todo o comprimento e pontas.

Além disso, leia as orientações da embalagem com atenção – tempo de pausa, necessidade de calor para ativar, entre outros –, e nunca aplique tais produtos na raiz do cabelo, pois ao invés de hidratado, ele ficará oleoso.
4. Qual é o melhor tratamento para raiz oleosa e pontas secas?
Além dos tratamentos convencionais, como as hidratações no salão ou as caseiras, é ideal usar reparadores de pontas. O leave-in, um tipo de condicionador ultraleve e sem enxágue, também é uma boa opção, pois devolve o brilho e fecha as cutículas abertas.

5. Como não ter cabelos ressecados?
Além dos cuidados com o sol, cloro, química e aparelhos que produzem calor, é preciso entender que os cabelos são como a pele e precisam de cuidados diariamente. Então, se você quer ter fios sempre saudáveis, não existe mágica: cuide deles o ano inteiro e faça hidratações periódicas seguindo as orientações do seu cabeleireiro.