Top 10 Girl: Julho 2011

Como delinear os olhos

Saber delinear bem os olhos é uma excelente maneira de realçar a beleza do seu rosto, nem sempre é possível conseguir o efeito pretendido nas primeiras tentativas, mas com a prática você vai conseguir o efeito pretendido.
Dicas para delinear os olhos
  • Inicie o traço no canto interno junto à raiz dos cílios.
  • Apoie o cotovelo em uma superfície plana para dar firmeza à mão.
  • Use material de qualidade.
  • Remova os vestígios com  pó translúcido nas pálpebras.
Como delinear os olhos
Look mais marcado

Delineie a pálpebra superior e a inferior. Aplique uma sombra  suave junto às pestanas e uma sombra mais forte no resto da pálpebra. Esbata os traços que desenhou no início e aplique uma máscara de pestanas.
Look mais suave
Desenhe uma linha fina junto às pestanas e suavize-a com uma Sombra de Olhos clara.

Fonte: espacomulher

GPS do prazer masculino

Há quem diga que para eles só o pênis importa. Bobagem! Os homens também gostam de preliminares em outras áreas do corpo. Desde que bem estimuladas, as zonas erógenas promovem mais prazer durante a transa. “Tudo começa pelas carícias. Os sentidos são as portas de comunicação com o mundo externo”, diz o urologista, sexólogo e terapeuta sexual Celzo Marzano. Para Daniela Cardoso, personal sexy trainer da Marcot Boutique, as carícias aumentam a sensibilidade do corpo. E de acordo com Débora Pádua, fisioterapeuta uroginecológica da Clínica José Bento de Souza, criar boas memórias sensoriais é uma ótima estratégia de sedução. Confira abaixo quais são os pontos certeiros para dar mais prazer a ele.
 
Fonte:ig

"Calcinha brasileira" levanta lucro de cadeia de lojas britânica

Marks & Spencer tem alta de 3,2% em suas vendasMarks & Spencer tem alta de 3,2% em suas vendas
Foto: Divulgação

A tradicional cadeia de lojas de departamento britânica Marks & Spencer registrou neste ano um aumento de cerca de 3,2% em suas vendas, impulsionado em parte por sua coleção das chamadas Brazilian knickers (calcinhas brasileiras).
 

A coleção foi criada em 2005 e inspirada "nos biquínis cariocas". Somente nos últimos três meses, as calcinhas brasileiras registraram um aumento de vendas de cerca de 60%. Mais de 460 mil peças foram vendidas no último trimestre.
 

"A brasileira tem tudo para ser a calcinha desta década", disse a estilista Soozie Jenkinson, responsável pela coleção. Soozie conta que o modelo da calcinha brasileira conta com um corte mais baixo na frente e mais largo nos lados, tornando-a "mais generosa com as mulheres e mais sexy do que as calcinhas tradicionais, por ser mas volumoso na região do traseiro e desenhado para ser incrivelmente suave sobre a pele e para eliminar marcas".O modelo, diz a estilista, é sensual sem ser ousado demais para os padrões da Grã-Bretanha. "As mulheres britânicas estão acostumadas a experimentar novos tipos de roupa íntima. Isso vem desde os anos 80, com as calcinhas cavadas, depois, foi a vez do fio-dental e da calcinha boy short", disse Soozie Jenkinson.
 
As calcinhas brasileiras foram destaque na imprensa britânica nesta quinta-feira. O tabloide Daily Mail falou sobre o impulso nas vendas da M&S e o diário Guardian relatou que graças às boas vendas das calcinhas brasileiras o executivo-sênior do Marks & Spencer, Marc Bolland, teria conseguido aplacar tensões entre os acionistas da companhia, devido ao aumento salarial recebido pelo executivo.As calcinhas brasileiras são mais mais nova tendência internacional a usar o termo brasileiro associado à beleza e à sensualidade. Primeiro, foi o hoje já tradiconal método de depilação "brazilian wax" e do mais recente método de alisamento capilar conhecido internacionalmente como "brazilian blow-dry", como são chamadas a escova progressiva e a escova permanente. A técnica se tornou popular entre estrelas de Hollywood como Lindsay Lohan e celebridades como Nicole Richie.
BBC Brasil


Sites de infidelidade chegam ao Brasil

“As mídias sociais testam nossa definição de infidelidade”. A frase dita pela pesquisadora americana Pamela Haag retrata os novos limites a serem discutidos pelos casais sobre as tentações que o meio on-line oferece. Pode estabelecer contato com o ex-namorado no Twitter? E acessar as fotos da vizinha bonitona no Facebook, pode? Porém, todas essas questões parecem banais diante de um movimento que começa a ganhar a internet brasileira. Sites internacionais de sucesso estão desembarcando no Brasil para ajudar mulheres e homens casados a encontrarem parceiros para casos extraconjugais. E o negócio é sério mesmo.

Os interessados em trair se cadastram e criam uma página onde detalham suas características físicas e preferências gerais. A opção de colocar fotos próprias (discretas ou mais saidinhas) é do usuário. Com o perfil montado, a “caça” começa. E como nos bares e boates focados em provocar a paquera, homens pagam para entrar, mulheres não.



Foto: Divulgação
Ohhtel oferece uma maneira discreta de ter um caso
“Nós somos uma opção ao divórcio. Queremos que as pessoas mantenham seus casamentos”. Com esse argumento aparentemente contraditório, Lais Ranna, vice-presidente de operações do site Ohhtel para o Brasil, define a proposta da sua empresa. A executiva diz que o serviço, que começa a funcionar nesta segunda-feira (11), é uma alternativa para os casais que não querem se separar, apesar da vida sexual possivelmente fria e insatisfatória. “É uma maneira segura e confidencial de ter um caso, sem enfrentar os riscos de procurar isso num bar, no Facebook ou no trabalho”, completa.

De acordo com Laís, apenas nos Estados Unidos há 1,3 milhões de usuários cadastrados no Ohhtel, sendo 68% de homens e 32% de mulheres. Ela está otimista quanto à possibilidade de sucesso do serviço no Brasil. “Nós queremos atingir 300 mil usuários nos primeiros meses”, prevê a executiva, que não teme ser acusada de incentivar a infidelidade. “Nós não inventamos a traição. Ela existe desde que o mundo é mundo. Nós podemos ser acusados disso tanto quanto o Facebook ou os bares”, argumenta.

Na mesma linha do Ohhtel, o holandês Second Love já tem sua versão verde-amarela desde o último mês de maio. “Temos por volta de 31 mil usuários cadastrados e estamos muito otimistas com a adesão do público brasileiro”, revela a porta-voz do site, Anabela Santos. Ainda não há um dado fechado sobre a faixa etária dos assinantes locais, mas nos outros países ela fica entre 35 e 49 anos.


Foto: Divulgação
Como o próprio nome diz, o Second Love oferece uma segunda opção para aqueles que não aguentam mais a rotina do casamento, mas também não querem se separar


Anabela também recusa a ideia da empresa ser uma patrocinadora de casos extraconjugais. “O flerte acontece em todo o lugar, só o trouxemos para o mundo online. A opção de ir além de um simples bate-papo virtual é de cada usuário”, pontua.
E a tendência só cresce. Famoso internacionalmente, o americano Ashley Madson gaba-se por contabilizar 7,8 milhões de usuários. Pois ele também está vindo para o Brasil e deve lançar seus serviços ainda este ano, em agosto.


Foto: Divulgação
Ashley Madson desembarca no Brasil em agosto e promete abocanhar boa fatia do mercado
Vale lembrar que a travessura tem um custo – pelo menos, para os homens. O Second Love cobra uma mensalidade de R$69,90, já o Ohhtel, um pouco mais barato, fixa o valor mensal em R$60. O Ashley Madson ainda estuda o valor que será cobrado no Brasil. A idade mínima para participar de todos eles é 25 anos.

As relações estão mudando?
Para a psicanalista e pesquisadora Regina Navarro Lins, que no Delas assina a coluna Questões do Amor, tais sites apenas refletem uma mudança comportamental que vem acontecendo desde a década de 70 e que está provocando o declínio do chamado amor romântico. “Esse tipo de amor prega a fusão entre os amantes, que os dois vão se transformar num só, que um só terá olhos para o outro, que quem ama não transa com mais ninguém, que não sente desejo por mais ninguém. Uma porção de mentiras”, analisa Regina. 
“Atualmente há uma grande busca pela individualidade entre as pessoas. Com isso, o amor romântico está saindo de cena e está levando com ele uma das suas características básicas, que é a exigência da exclusividade sexual”, prossegue a psicanalista. “As pessoas não deveriam se preocupar tanto com a fidelidade. Elas só deviam responder a duas perguntas. Me sinto amado? Me sinto desejado? Se a resposta for ‘sim’, o que outro faz quando não está comigo não é da minha conta”, finaliza Regina.

O psicólogo Oswaldo M. Rodrigues Jr., do Instituto Paulista de Sexualidade (Inpasex), não acredita que estes sites incentivem a traição. “A pessoas que usam esse serviço já tinham o desejo de trair. Elas fariam isso de qualquer forma”. Ele ainda lembra que se o caso extraconjugal for de conhecimento do marido ou da esposa, não pode ser considerado como traição de fato. “Tudo depende do tipo de acordo que tem o casal”, pondera o especialista.

Parece que está ficando cada vez mais difícil ser fiel. Com tanta oferta, só não trai quem não quer.  

Fonte:delas

Os benefícios do beijo para o bem-estar

O beijo interfere no cérebro e proporciona bem-estar
Foto: Getty Images

Um só minuto de beijo e, no entanto, quantos segundos de espanto! A frase é de Vinicius de Moraes, mas a sensação descrita é compartilhada pela maioria das pessoas. Será possível explicar racionalmente o que um gesto tão instintivo provoca dentro do organismo? Vale a pena ouvir o que os especialistas têm a dizer.

"O beijo é um ato que faz o indivíduo se lembrar inconscientemente da amamentação, um período de entrega total. Por isso, traz conforto e confiança", avalia o ginecologista e sexólogo carioca Amaury Mendes Júnior. Para a psiquiatra Carmita Abdo, da Universidade de São Paulo, ele faz parte de uma espécie de iniciação no mundo. "A boca é o principal órgão da comunicação e aprendemos desde cedo a demonstrar afeto por meio do beijo", diz.

Nos últimos anos, a ciência se debruçou sobre o legítimo boca a boca e busca enxergá-lo inclusive como um mecanismo de perpetuação da linhagem. O homem prefere beijos molhados, por exemplo, porque tentaria lançar mais testosterona, o hormônio do apetite sexual, no corpo da mulher, despertando seu desejo. Corre uma hipótese de que o macho poderia até mesmo inferir a quantidade de estrogênio na saliva da fêmea, indício de fertilidade e boa prole.

Também se investiga como o beijo interfere no cérebro e proporciona bem-estar. Um estudo da neurocientista Wendy Hill, do Lafayette College, nos Estados Unidos, constata que o encontro bucal aumenta a produção de ocitocina, o mesmo hormônio que instiga vínculos entre o bebê e a mãe. "O beijo aplaca o estresse e faz liberar endorfinas, substâncias por trás da sensação de tranquilidade", diz Carmita.

Para Mendes Júnior, as carícias entre os lábios são ainda um indicativo de uma vida sexual saudável. "Quando um casal não se beija, a relação já não tem o mesmo afeto", afirma. Por outro lado, parceiros que investem em beijos mais calientes têm maiores chances de garantir ou resgatar a qualidade do bem-bom. "Esse ato é marcado por uma sensação erótica, já que as mucosas da boca são muito enervadas e vascularizadas, só perdendo para os genitais", explica. Dá para entender, portanto, por que a troca de saliva estreita os laços e aumenta a autoestima entre o casal. E você há de convir que não existe melhor presente para quem quer ser eternamente namorado.
26 calorias é quanto se gasta, em média, em um beijo de língua de um minuto
Foto: Getty Images

Vínculo ou veículo?

O beijo também tem seu lado perigoso. Segundo o infectologista Paulo Olzon Monteiro, da Universidade Federal de São Paulo, males que atingem as vias respiratórias, como a gripe, o sarampo e a rubéola, podem ser disseminados com esse contato próximo demais. "Há também vírus, como o da mononucleose, chamada de doença do beijo, e outras do mesmo grupo viral, como o herpes, que são transmitidas pela saliva", afirma.

Fonte:mdemulher

Relação entre dedos da mão e órgão sexual masculino.

Aquele famoso mito que relaciona partes do corpo do homem com outras parte de sua anatomia está sendo colocado à prova na última década. Uma pesquisa publicada nesta segunda-feira (4)pelo Asian Journal of Andrology se aprofundou no tema e mediu a relação entre o comprimento dos dedos indicador e anular da mão direita (conhecidos como 2D e 4D) e o comprimento do pênis em repouso e esticado.

A conclusão foi de que a razão entre os tamanhos de 2D e 4D está relacionada ao tamanho do pênis adulto: quanto menor o dedo indicador em relação ao anular, mais comprido o pênis. Ou seja: indicador curto e anular comprido, pênis maior e vice-versa. Os dados, no entanto, não permitem traçar uma fórmula para a razão 2D/4D e o tamanho do pênis. Seria necessária uma estatística muito mais ampla para que isso fosse feito.

A pesquisa, realizada na Coréia, foi feita com 144 homens que iriam se submeter a operações urológicas e buscou evitar que fatores externos influenciassem nas medições. Primeiro, um pesquisador mediu o tamanho dos dedos indicador e anular dos pacientes duas vezes e tirou a média com um aparelho chamado paquímetro, que tem uma precisão de um centésimo de milímetro. Um outro pesquisador (que não tinha nenhuma informação sobre o trabalho feito pelo colega) foi encarregado de medir o pênis dos voluntários em repouso e esticado. Novamente a medição, feita com os pacientes anestesiados, tomou diversos cuidados para uma correta tomada de dados. Os pacientes foram medidos deitados, logo após tiraram a roupa para diminuir o efeito da variação de temperatura e do toque no órgão sexual. E, como no caso dos dedos, a medida foi tomada duas vezes e fez-se uma média entre elas. 

É importante notar que os pesquisadores mediram os pênis esticados em uma régua e em repouso, mas não eretos. “Diversas pesquisas relacionam fortemente o comprimento do pênis ereto e esticado e mostram que o pênis esticado provê uma estimativa confiável do tamanho máximo durante a ereção”, afirmaram os pesquisadores no artigo.

Outro detalhe importante é que a relação vale apenas para a situação específica do pênis esticado. Segundo os pesquisadores não há relação entre o pênis flácido e a razão 2D/4D. No caso de ele estar em repouso, o que os pesquisadores constaram foi: quanto mais alta a pessoa mais comprido tende a ser o pênis em descanso, um resultado que corrobora outras duas pesquisas feitas em 2001 e 2007.
Nada garante, no entanto, que estas conclusões sejam definitivas. O estudo atual, por exemplo, não está alinhado com dois outros trabalhos de 2002 e 2007, que relacionam o tamanho do dedo indicador e o comprimento peniano. Mais do que isso até: “o tamanho do dedo indicador e do anular não se relacionaram com o o pênis flácido ou esticado”, afirmaram os cientistas.

Cortes de cabelo que afinam o rosto

cortes afinar rosto Cortes de cabelo que afinam o rosto

Quem tem o rosto arrendondado ou está acima do peso, pode acabar se incomodando com os excessos bem definidos que evidenciam o formato e deixam o rosto mais cheio. Mas existem truques para disfarçar essa característica. Um deles é tão rápido que leva apenas o tempo de uma passadinha no salão para renovar as madeixas com um corte diferente.

A escolha do corte de cabelo ideal valoriza os traços fortes e pode ajudar a afinar o rosto, dando a impressão de que você é mais magra. Selecionamos algumas sugestões de cortes de cabelo que afinam o rosto que podem ajudar na escolha. Mas antes de encarar a tesoura, lembre-se que para conseguir o efeito desejado com o corte, ele precisa combinar com o seu estilo e personalidade.

Corte liso e reto

O corte reto e com a franja longa caída na diagonal é uma ótima opção de corte de cabelo para rosto redondo e para quem está acima do peso. Evite o volume dos fios e aposte no liso com efeito chapado.
Corte longo e desfiado

Mulheres com o rosto oval devem investir no corte longo e desfiado. Para dar leveza ao visual e ainda afinar o rosto, o ideal é apostar no efeito desfiado a partir do nariz e também nas mechas bem lisas.
Corte mediano – Bob longo

O corte de comprimento médio, com as pontas mais desconectadas e as laterais desfiadas no estilo bob longo também é outra boa sugestão de corte de cabelo para afinar o rosto. O modelo ajuda a alongar o pescoço e a disfarçar as bochechas salientes do rosto com o formato mais arredondado. O bob longo para quem tem rosto redondo deve ter sempre o efeito liso, sem volume e com a franja longa diagonal. Esqueça os cachos, eles agregam mais volume e dão aparência de rosto mais cheio.
Modelos de cortes que afinam o rosto

Veja exemplos dos cortes de cabelo que deixam o rosto mais fino e escolha o que mais combina com o seu estilo.

cortes que afinam o rosto11 Cortes de cabelo que afinam o rosto