Top 10 Girl: Outubro 2012

Traumatizada com a própria aparência ?

A atriz Luiza Valdetaro, 27, quem diria, já teve dificuldades de enfrentar o espelho.
"Por ter tido problema de pele na adolescência, eu fiquei muito traumatizada e não me descuido", contou nos bastidores do "Encontro com Fátima Bernardes" (Globo). 

"Não consigo dormir sem lavar o rosto, faço tratamentos e estou sempre cuidando da pele", afirmou. 

"Sou vaidosa só em alguns aspectos", contou. "Cuido também da alimentação. Até porque a profissão exige uma boa aparência. Não podemos sair comendo tudo o que a gente quer e gosta." 

A doce Gerusa da novela "Gabriela" disse ainda que gostaria muito de viver uma vilã.
"Eu acho que o momento de fazer uma vilã vai vir na hora certa, até porque tem muita gente com carinha de anjo por aí que, na verdade, é um diabinho", avaliou. 


Alex Carvalho/TV Globo
A atriz Luiza Valdetaro caracterizada como a doce Gerusa em cena da novela "Gabriela", da Rede Globo
A atriz Luiza Valdetaro caracterizada como a doce Gerusa em cena da novela "Gabriela", da Rede Globo

Por que os homens amam seios?

Não há como negar o poder de atração dos seios. O mercado entendeu essa fascinação e a cada ano lança novos sutiãs superpoderosos, capazes de transformar qualquer Twiggy em Sophia Loren. Meros decotes ganham status de “notícia”, classificando diversas manchetes pelo mundo. O número de cirurgias estéticas para colocação de próteses de silicone é sonho de consumo até de adolescentes. E boa parte das mais desejadas mulheres do planeta tem tal parte do corpo bastante avantajada, vide a eterna “Baywatch” Pamela Anderson e a exuberante Christina Hendricks.


Especialista na devoção masculina a esse símbolo absoluto da feminilidade, a Playboy recentemente lançou a sua “Batalha de Peito”, uma competição no estilo “mata-mata” na qual 16 mulheres disputaram o título de dona dos seios mais bonitos do Brasil. Na briga, a ex-BBB Adriana Sant’Anna levou a melhor, deixando para trás outra beldade pra lá de curvilínea, Andressa Ribeiro, musa do “Hipertensão”, da Rede Globo. Em 15 confrontos, o concurso teve 115 mil votos.

Mas o que explica tamanha atenção dada a contornos que todos nós conhecemos desde o nascimento? A novidade a respeito do assunto é o livro “The Chemistry Between Us: Love, Sex and the Science of Attraction” (“A Química Entre Nós: Amor, Sexo e a Ciência da Atração”, sem edição brasileira), dos autores Larry Young e Brian Alexander. Sucesso lá fora, a obra recorre à biologia para explicar os mecanismos cerebrais por trás de todo relacionamento, e os seios, é claro, têm destaque nas páginas.
Especialista em neurociência do vínculo social, o PhD Larry Young explicou em coluna publicada no The Huffington Post: “Os homens são os únicos mamíferos do sexo masculino fascinados por seios em um contexto sexual”. Para ele e seu colega Brian, essa atração começa ainda na fase de amamentação, quando a ocitocina, também conhecida como “hormônio do amor”, é liberada pela mãe. A produção dessa poderosa substância tem efeito direto sobre a dopamina, neurotransmissor associado à sensação de prazer, e o resultado de tal combinação é a forte conexão entre mãe e filho, que, influenciado pela atenção recebida, retribui.

“Os meninos não aprendem no playground que os seios são algo para se interessar. Essa fascinação é biológica e profundamente enraizada em nosso cérebro”, afirma a dupla de autores, que defende a tese de que o mesmo mecanismo desencadeado durante a amamentação virá a se manifestar quando um homem se relaciona sexualmente com uma mulher. “É um impulso evolutivo inconsciente, capaz de ativar poderosos circuitos de ligação, criando um vínculo amoroso e estimulante”, completam.
Para a sexóloga e educadora sexual Ivana Almeida Silva Marques, no entanto, a fixação masculina pelos seios vai além do resquício hormonal e sofre grande influência cultural. “Anos atrás, a bunda dominava a preferência nacional. Natural, já que o biotipo da mulher brasileira é caracterizado por quadris mais largos e seios menores. A valorização desmedida dos sutiãs fartos é originalmente americana, uma moda que foi exportada – e abraçada – pelo mundo. Por isso, é muito difícil dizer que todos os homens dão tamanha importância aos seios desde sempre”, explica.

Guilherme Conti Marcello, psicólogo e psicoterapeuta do Hospital das Clínicas (SP), concorda. “A ideia de que essa ligação é puramente hormonal compartilha os preceitos do que a psicanálise chama de Fase Oral, representada na fixação do bebê pela boca e, sobretudo, pelo seio. Mais tarde, no entanto, vimos que, muitas vezes, o dedo na boca era fruto de um processo natural, como o nascimento dos dentes, que faz a gengiva coçar. Quando os autores fazem essa conexão biológica, retomam concepções de Darwin, numa linha americana conhecida como Behaviorismo. Para eles funciona muito bem, mas é complicado afirmar, na América Latina, mais ainda especificamente no Brasil, que toda atração masculina pelo seio vem de uma memória tão anterior”, diz.

E, se levarmos o meio social como determinante de comportamentos, não podemos deixar de lado os fatores ditados pela moda, que define não apenas tons, tecidos e cortes a cada nova estação, como também qual é o corpo da vez. Na linha do tempo já entraram as musas do Renascimento (consideradas gordas para os padrões atuais), as anoréxicas das passarelas, as obcecadas por malhação, as mulheres-frutas e agora, ainda bem, as saudáveis. Nesse grupo, voltam a ganhar destaque os seios naturais, pequenos ou não, e retornam às salas de cirurgia mulheres que têm trocado suas próteses de silicone por outras menores.

Mas o cenário é paradoxal. “A linha moderna prega a valorização de corpos genuínos ao mesmo tempo em que a medicina estética faz progressos grandiosos. E beleza, hoje, é uma indústria gigantesca”, ressalta Ivana. “Essa volta ao seio natural contradiz os avanços que tiraram a noção de que toda mulher pode ser bonita e sensual com o corpo que ela tem. Hoje em dia, as pessoas que conseguiram escapar desses modismos estão criando uma nova moda. Padrões originais voltaram a ter o simbolismo de sexualidade e estão aparecendo como novidade”, afirma Guilherme.

Fato é que, mesmo sem desbancar o bumbum, há algum tempo o homem brasileiro vem olhando com maior atenção para os seios, e a intensidade de persuasão é inquestionável. Espiar com o decote alheio é irresponsavelmente irresistível até para uma mulher, ou não?
-->


-->

Segredo das musas para estar com as pernas sempre lisinhas

Juju Salimeni, Renata Santos, Graciella Carvalho, do programa "Malícia", e outras musas causam inveja na mulherada por estar sempre com as pernas lisinhas e bronzeadas em fotos de biquíni e eventos. Mas, apesar das restrições alimentares e da malhação intensa a que todas se sujeitam para manter suas curvas em dia, elas também têm seus segredinhos para melhorar ainda mais o que a natureza generosamente lhes deu. Todas usam autobronzeadores e, ocasionalmente, bases para disfarçar possíveis imperfeições e revelaram os produtos que usam para os leitores do EGO.

Juju Salimeni  (Foto: Divulgação) Consultada sobre possíveis riscos à saúde, Karla Assed, dermatologista de estrelas como Xuxa e Angélica, garante que não há com que se preocupar, a não ser que a paciente tenha alergia a alguma substância específica que pode ser encontrada nesse tipo de produto.

"A maquiagem para pernas tem o mesmo efeito da maquiagem para o rosto, que cobre os indesejáveis defeitinhos da pele. Para escolher a maquiagem para pernas, vale a mesma regra da base para o rosto: é preciso escolher uma cor que seja parecida com a tonalidade natural da pele. E, para uma melhor aplicação, pode-se misturar a base com um hidratante e aplicar uniformemente nas pernas. Um bom produto é o Airbrush Legs da marca americana Sally Hansen", indica a doutora.

O maquiador Ewerton Pacheco, que já trabalhou com muitas delas no Paparazzo, também dá dicas de produtos de diferentes faixas de preço, para agradar a todos os bolsos. Para quem tem uma verba mais folgada, ele indica o Skinsheen Leg Spray, um bronzeador para pernas em mousse. "Dá uma cobertura média com um leve brilho e deixa as pernas com aparência de meia calça. E o melhor de tudo, não transfere para a roupa", diz.

Dois produtos mais acessíveis são Sephora Illuminating Bronzing Oil - Huile Divine Pailletée e Glam Bronze Spray. O primeiro é um óleo bronzeador que deixa um efeito cintilante tipo “sunkissed" para o corpo ou pernas, feito com óleo de semente de uva e com partículas de brilho. O segundo é um spray que uniformiza e esconde leves imperfeições das pernas, permitindo também um bronzeamento instantâneo sem transferir para a roupa, com secagem rápida.

"Existem vários tipos de produtos que deixam as pernas com aparência de sempre hidratadas e luminosas, sem contar as que deixam bronzeadas. Uso muito em vários editoriais que faço para o Paparazzo para deixar as pernas sempre lindas", afirma Ewerton.
Confira as dicas das musas:

Juju Salimeni
Uso o produto da Lorac, o Tantalizer. Comecei a usar porque acho lindo pernas brilhantes e bronzeadas. Uso quando vou fotografar ou fazer algum evento. O efeito nas fotos é muito bonito.

Andressa Urach
Ano passado durante o concurso Miss Bumbum Brasil usei spray de cabelo no bumbum pois me disseram que ficaria com brilho! Resultado: Me arrependi! Pois o concurso demorou e o spray secou e ficou quebradiço. Não recomendo usar. O melhor é o creme hidratante com brilho Victoria's Secret Amber Romance, que realça a cor se você estiver bronzeada. Uso em alguns ensaios fotográficos para ficar com a cor mais viva. Na foto fica mais apetitoso (risos).
Andressa Urach em ensaio sensual (Foto: Divulgação/ Marco Pinto)Renata Santos
Conheci um quando fiz o Paparazzo que dá um dourado lindo, o Brume Autobronzeante Teintée Corps da Sephora. Mas não uso esse sempre. Normalmente costumo usar só um óleo, o Séve da Natura. Uso durante o dia pra dar uma hidratada quando sinto que a pele esta mais ressecada.

Graciella Carvalho
Uso o hidratante autobronzeador que tem uns brilhinhos iluminador da Dior. Passo em fotos e ocasiões especiais. Comecei a usar porque gostei e vi que dava uma aparência mais bonita na pele.

Dani Sperle
Uso o spray com brilho Very Sexy da Victoria's Secret para ficar com o tom dourado e reforçar o meu bronzeado, que sempre tento realçar de manhã.

Jéssica Lopes, a Peladona de Congonhas
Uso o autobronzeador Australian Gold antes de fazer fotos e faço alguma sessões de bronzeamento a jato para ficar com a cor mais bonita.
-->


-->