Top 10 Girl: Agosto 2011

Eles também usam

Pelo visto, o manifesto a favor do retorno dos homens de barba não surtiu muito efeito. De acordo com nova pesquisa realizada na Inglaterra, os metrossexuais estão muito longe de serem uma raça em extinção.
Os resultados surpreendentes surgiram quando a marca de eletrônicos Dixons realizou um estudo para descobrir que aparelhos os homens normalmente levam em suas bagagens. Constatou-se que além dos comuns, como celulares e iPads, outros menos esperados no universo masculino, como secadores de cabelos e até pranchas alisadoras, são obrigatórios nas malas dos rapazes.

Pesquisa britânica revela os cinco acessórios de que os homens vaidosos não abrem mãoDois mil homens participaram do questionário que revelou ainda que eles não viajam sem aparelhos para fazer ginástica. "Estamos vendo cada vez mais os homens que entram em nossas lojas para comprar produtos essenciais poucos minutos antes de embarcar para uma viagem como secadores de cabelo e pesos. Muitas vezes eles acham que as namoradas não irão notar", comentou Daryl Humphries, dono da cadeia de lojas.

O resultado final da enquete listou os cinco acessórios que os metrossexuais não abrem mão na hora de viajar: secador de cabelo, pranchas alisadoras, pesos para musculação, produtos para cuidados com a pele como barbeador e em último lugar fones de ouvido.

Veja 10 sinais de que ele não quer te assumir como namorada

Férias e feriados: se durante o período escolar ou de trabalho ele é um namorado perfeito, mas se torna um estranho em férias e feriados, é preciso .... Foto: Getty Images Nem sempre elas notam que há algo errado no relacionamento
Foto: Getty Images

Ao longo da vida, as mulheres vão se deparar com diversos caras que até as fazem sentir aquele friozinho no estômago, mas depois que a paixão passa, elas olham para o companheiro e pensam: "meu Deus, como eu pude?". Diz a sabedoria popular que o amor é cego e muitas vezes as mulheres não conseguem notar certas características físicas e emocionais do homem por quem se apaixonaram.

Sabemos que comunicação é a chave para o sucesso de qualquer relacionamento, mas quando não se percebe os sinais de que algo não vai bem, não há como dialogar sobre o assunto. Muitas mulheres são pró em ignorar as bandeiras vermelhas que indicam que o cara que está ao seu lado não merece você, mas sim o seu chute no traseiro dele.

Para preservar seu coração e sua mente, o site Yourtango, especializado em relacionamentos, listou dez sinais de alerta de que ele não merece seus sentimentos. Clique na aba e confira.

fonte: mulher

O fenômeno Pilates


Pilates é um conjunto de técnicas de exercícios que foram criados por um médico alemão para pacientes que precisavam ficar de cama durante longos períodos não atrofiarem seus músculos. Na prática, são exercícios que trabalham os músculos internos do corpo, trabalhados em grande parte através da respiração especial que o médico desenvolveu.
No pilates, todos os exercicios são feitos de maneira bem suave e prestando atenção sempre à respiração. Através da tensão do diafragma e movimento de expiração ao mesmo tempo em que se trabalha os músculos, se descobriu que os benefícios da prática de esporte se tornam muito mais eficazes. Combinado com técnicas vindas da Yoga em que músculos normalmente não trabalhados são forçados, o pilates se transformou em uma das práticas de exercicio que mais vem ganhando adeptos no mundo. Todos em busca de maior qualidade de vida e saúde, encontram no pilates alívio para as dores nas costas e solução para antigos problemas de postura.


As academias que ensinam os exercicios têm aumentado consideravelmente de número e são encontradas até mesmo diferenças entre as escolas. Algumas mais sofisticadas realizam suas aulas com grandes aparelhos que auxiliam na prática de exercicios. Outras fazem aulas privadas, orientadas por fisioterapeutas que conhecem melhor como aproveitar os beneficios da pratica do esporte. Outras academias estão mais próximas das raízes dos ensinamentos, realizandos suas aulas sem aparelhos ou acessórios, utilizando no máximo os mesmos acessórios utilizados na prática de Yoga: tapete para deitar, rolo para apoio às costas e almofada para apoiar a cabeça.


As aulas podem ser frequentadas por crianças, jovens, idosos e até mulheres grávidas. Todos podem usufruir dos beneficios do Pilates. Basta procurar a academia mais perto de você e descobrir uma turma que tenha os mesmos objetivos. Existem aulas voltadas para postura, para exercicios nas costas, para grávidas, misturadas com Yoga e assim por diante. Não perca tempo e experimente.





A fase morena da ex-loira do Tchan

A versão morena de Sheila Mello
Sheila Mello, 33 anos, nasceu loirinha, mas deu uma mão para o destino ao clarear ainda mais o cabelo em busca do título de “Loira do Tchan”, em 1998. No palco do “Domingão do Faustão” a dançarina derrotou centenas de platinadas de farmácia e ganhou o direito de substituir Carla Perez no grupo de axé “É o Tchan”. Na época ela tinha 19 anos e o tom dos fios era claríssimo. O loiro chapado foi ganhando outras nuances ao longo do tempo e ficou mais natural. Coisa que ninguém poderia imaginar, porém, é que a loira do Tchan se tornaria morena.

Responsável pela transformação de Sheila, o cabeleireiro Márcio Granado, do salão C.Kamura, diz que o receio da cliente sempre impediu uma atitude mais ousada com relação ao próprio visual. “Até que um dia ela me ligou e disse que gostaria de escurecer o cabelo. Na hora eu tomei um susto”, conta.

É verdade que não foi fácil tomar coragem. O vai não vai persistiu até o último minuto. “Então eu disse que aplicaria um tonalizante. Se ela não gostasse, voltaríamos com a cor antiga sem dano ao cabelo”. Sheila topou e acenou um adeus definitivo aos anos 90.

“Luz na passarela que lá vem ela”
A música tema do concurso acompanhou Sheila Mello por muitos anos. “Já era hora de mudar”, analisa Granado. “Ela se casou [com o nadador Fernando Scherer] e está tocando a carreira de atriz. Acho que precisava dessa transformação no visual. Apesar de bacana, essa coisa de gostosona do Tchan sempre foi muito forte. Outras coisas foram acontecendo e ela amadureceu”.

Foto: Arquivo pessoal 
Em cartaz no teatro com a peça “O Auto da Barca do Inferno”, Sheila Mello adota novo visual
Duas semanas após escurecer o cabelo, Sheila ainda estranhava sua imagem no espelho. “Eu olhava e pensava que estava de peruca”, ela conta. E se o estranhamento demorou a passar, a sensação de fios tratados foi instantânea. “Senti que o cabelo ficou hidratado. O loiro é bem mais agressivo”. Márcio entrega nome e marca do tonalizante de Sheila: loiro escuro da Keune. “Eu gosto porque colore e trata ao mesmo tempo. Ela me ligou alguns dias depois falando que adorou a textura do cabelo”.

Apesar de ter aprovado o novo visual, o marido ainda não decidiu qual versão prefere da mulher. Sheila, no entanto, responde sem hesitar: “prefiro loira”, e ponto. Mas antes de voltar aos fios platinados, ela avisa: “ainda quero passar pelo ruivo”.

Granado acha graça e diz que mudar é como pular do trampolim: você quer, mas tem medo, e depois gosta.
Foto: Arquivo Pessoal / Agnews 
Loiríssima no começo da carreira, ela posa ao lado dos dançarinos Jacaré e Scheila Carvalho; e recentemente com o marido Fernando Scherer

Fonte: delas

Como fazer uma limpeza de pele?


Para ter uma pele bonita e com aspecto saudável é necessário ter alguns cuidados, nomeadamente, no que diz respeito à sua limpeza. limpeza de pele ajuda a contrair os poros, mantendo a sua pele livre de impurezas e prevenindo o aparecimentos de outros problemas como pontos negros, borbulhas…
Dicas para fazer uma limpeza de pele
  • Deve lavar diariamente o rosto para retirar as impurezas.
  • Use um  sabonete indicado para seu tipo de pele e ainda um tónico ou uma loção adstringente, que auxiliam na tarefa.
  • Faça uma esfoliação,duas vezes por semana.
  • Evite a  água quente , prefira a água fria que  ajuda a contrair os poros.
  • Evite champoo gorduroso. As versões em sérum e gel são as mais indicadas.
Fonte:espacomulher

    Bumbum esculpido com silicone

    Em 19 de julho, a funkeira Valesca Santos – oportunamente apelidada de Valesca Popozuda – entrou com outros 14 participantes no reality show “A Fazenda”, que tem a sua quarta edição exibida pela Rede Record. Desde então, o bumbum que já era famoso ganhou ainda mais projeção. Na roça, os colegas observam atentamente e tentam entender como a moça consegue carregar 550 ml de silicone em cada lado da nádega.

    E se a protuberância atiça a cobiça, também causa certa aflição. Diante do agito que acompanha a batida do funk, o silicone pode deslocar? “Se colocada adequadamente, a prótese não desloca. Porém, é preciso respeitar o período de cicatrização. Se não forçar, o corpo vai formar uma cápsula em torno do implante, que vai ficar no lugar dele”, esclarece o cirurgião plástico André G. Freitas Colaneri, especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. O médico ainda salienta que as próteses são colocadas entre os músculos do glúteo, o que torna deslocamento improvável.


    Foto: AgNews Ampliar
    Valesca Popozuda: 550 ml de silicone em cada lado
    O cirurgião plástico Alexandre Barbosa, especialista em contorno corporal e também membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, esclarece que os deslocamentos eram mais comuns em cirurgias antigas, quando o silicone era colocado na parte de cima da região glútea. “A qualidade das novas próteses faz com que o procedimento fique mais natural do que próteses que foram colocadas há alguns anos”, explica.

    Como é feita a cirurgia
    Existem diversas técnicas possíveis, contudo a considerada mais satisfatória é a que utiliza uma incisão de aproximadamente seis centímetros entre as nádegas. “É realizada sob anestesia peridural ou geral”, relata Barbosa. A cicatriz, segundo ele, fica praticamente imperceptível. Depois da prótese colocada, primeiro o músculo e depois a pele são costurados.

    Cinco dias de bumbum para cima
    Sobre o pós-operatório, o especialista avisa: “É um pouco chatinho, pois a pessoa precisa ficar de quatro a cinco dias de bumbum para cima”. Além disso, as primeiras 48 horas são as mais doloridas para o paciente, neste período os analgésicos são usados para diminuir a dor. Depois desses dois dias, quem operou costuma ser liberado para ir para casa. Durante um mês será necessário usar uma cinta modeladora e dormir só de bruços. O resultado completo só será atingindo depois de seis meses, quando todo inchaço diminui e a cicatrização termina.

    Adaptação ao novo derrière
    Além do processo de cicatrização, a paciente ainda tem que lidar com a mudança na hora de sentar. “No começo, a pessoa sente diferença, é esquisito. Mas depois, passando por um processo de adaptação, ela vai se acostumando”, informa Colaneri, que completa dizendo que as próteses são resistentes e oferecem risco mínimo de estourar, mesmo em atividades como esportes e danças intensas. A única proibição são as injeções no bumbum, que depois do silicone terão que ser sempre no braço.


    Foto: Getty Images Ampliar
    O novo derrière pede recuperação de bruços
    Arredonda ou empina?
    A escolha do implante ideal, que pode arredondar ou empinar o bumbum, é feita pelo médico, respeitando o desejo da paciente, desde que não comprometa a saúde. “O ideal é ficar com um bumbum bonito, que deixe a dúvida se tem prótese ou não”, recomenda Colaneri. Segundo o médico, muitas vezes a definição acontece pouco antes da cirurgia. “Quando faço a cirurgia, eu levo três moldes. Se eu for colocar 300 ml, eu levo um tamanho menor e um maior”, conclui o médico.

    Popozudas de academia
    Que tem medo de entrar no bisturi para aumentar o bumbum ou não quer arcar com os custos da cirurgia – entre R$ 5 mil e R$ 10 mil – tem como alternativa o exercício físico. A personal trainer Fernanda Vianna, da My Fit Personal Training, garante que dá para turbinar com musculação. “Uma pessoa que treina pelo menos quatro vezes por semana consegue atingir resultados. Os músculos do glúteo são como qualquer outro do corpo. Da mesma forma que treinamos o bíceps na academia, podemos treinar os músculos do glúteo”, defende a profissional.

    “Em dois, três meses, já é possível alcançar resultados visíveis. É claro que não será um aumento exagerado, mas dentro de um limite natural do corpo. A intenção é ter um bumbum bonito”, prossegue Fernanda. “É feito um trabalho de hipertrofia do músculo. Facilita se quem treina tem uma alimentação mais saudável. Suplementos alimentares também podem ajudar no processo”, finaliza.

    fonte:delas

    Por que o sexo anal ainda choca?

    Declaração de Sandy repercute e mostra que o assunto é o atual maior tabu da sexualidade feminina: a virgindade do século XXI?

    Por muitos anos a cantora Sandy cultivou a imagem de menina virgem e pudica. Recentemente, já casada, surpreendeu ao assumir o rótulo de “devassa” na campanha publicitária de uma marca de cerveja. Era de se esperar, portanto, a polêmica em torno de sua declaração para a revista Playboy de agosto: “é possível ter prazer anal”.

    A frase caiu na boca do povo não só pelo estilo possivelmente contraditório de Sandy, mas pelo tema, que ainda é delicado no universo feminino. Lucas Lima, marido da cantora, e Xororó, o pai, não gostaram quando a citação foi parar na capa da publicação masculina: “Que pai gosta de ler aquilo?”, disse o astro sertanejo em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo.

    Em tempos que a virgindade não é mais o grande dilema sexual feminino, e que elas assumem buscar o próprio prazer na cama, seria o sexo anal o principal marco de experimentação da mulher moderna? E porque ainda julgamos moralmente – mesmo que de forma velada – uma mulher que assume praticar e gostar de sexo anal?

    Para Oswaldo Rodrigues Junior, psicoterapeuta sexual e diretor do Instituto Paulista de Sexualidade, a prática do sexo anal é mais comum do que se imagina. No entanto, o constrangimento em tocar no assunto seria explicado pelo peso moral que a modalidade ainda carrega. “Verbalizar implica poder ser alvo de julgamento por outras pessoas. A mulher que expõe isso demonstra segurança”, diz ele.

    De acordo com Carmita Abdo, coordenadora do Programa de Estudos em Sexualidade da Universidade de São Paulo (USP), o assunto gera fofocas e choca porque tem uma conotação de maior liberdade sexual. “É uma prática historicamente menos aceita porque foge de um padrão voltado para a reprodução. É um sexo pelo prazer, estritamente ligado ao erotismo”, explica. Outras formas de sexo que não incluem a penetração vaginal também já foram mais polêmicas. É o caso do sexo oral. “Hoje está em evidência, mas já foi vilão e bastante questionado. Agora esse espaço é do sexo anal”, completa Abdo.

    Uma preferência de poucas
    São apenas 15% das mulheres brasileiras que dizem praticar sexo anal com frequencia, segundo um levantamento de Carmita Abdo. “Tem uma proporção que eventualmente aceita, mas não é algo regular e apreciado”, diz. Para Oswaldo, as mulheres raramente demonstram o desejo anal, mas aceitam a experimentação. Uma pesquisa coordenada por ele na década de 1990 apontou que mais de 80% das mulheres já tinham feito sexo anal alguma vez, mas apenas metade faria novamente – e a maioria tinha como objetivo satisfazer o parceiro. Os dados ainda comprovam que Sandy está certa: sim, é possível ter prazer anal, porém nada comum para as mulheres. “Apenas 2% disseram que sentiam orgasmos com a penetração anal”, aponta ele.

    A prática de sexo anal na cultura ocidental não é algo novo. “Tem sido praticado desde sempre e é objeto de questões morais historicamente”, avalia Junior. A penetração anal já foi inclusive uma alternativa para a preservação da virgindade vaginal. “Era uma intimidade usada entre casais para evitar o rompimento do hímen até a década de sessenta”, aponta Abdo. “Na medida em que a virgindade foi perdendo o valor como uma prova de resguardo da mulher, o sexo anal passou a não ser tão praticado, virou uma alternativa complementar e não substituto”, conclui a pesquisadora.
    Fonte:delas.ig

    Pesquisa aponta os locais onde as pessoas mais traem

     Um estudo do site americano Illicit Encounter listou os locais onde as pessoas mais traem. Os lugares mais perigosos são as festa de casamento e comemorações de fim do ano do trabalho. A pesquisa contou com um grupo de 2 mil homens e mulheres, entre 25 e 45 anos para levantar o lugares que destroem casamentos.
    De acordo com o site, um terço dos homens admitiu que enganou a parceira em um casamento - quando a sua outra metade não estava lá. Segundo um porta voz do site, "há algo em uma dama de honra que é extremamente atraente para os homens".

    A pesquisa também apontou os locais onde as mulheres mais traem, no topo da lista está a tradicional festa de fim de ano do trabalho e balada com amigas. Também figura na lista um lugar inusitado, no qual o parceiro pode conhecer um amante, uma reunião de escola dos filhos.

    Veja a lista dos locais onde mais há traição:
    Homens
    Festa de casamento 37%
    Balada com amigos 27%
    Festa de fim de ano do trabalho 21%
    Reunião de escola 9%

    Mulheres
    Festa de fim de ano do trabalho 37%
    Balada com amigas 35%
    Reunião de escola 17%
    Festa de casamento 11%

    Fonte:mulher