Top 10 Girl: Novembro 2012

Noivas famosas apostam em penteados clássicos para o casamento

O clássico inspirou as noivas famosas em 2012. Alguns dos símbolos de beleza do Brasil, como Dani Souza e Mirella Santos, casaram-se este ano e optaram por coques tradicionais. Estrelas internacionais apostaram no nada, que é tudo. Todas no ponto certo, para impressionar, brilhando como protagonistas do grande momento que é o casamento.
Entre 2011 e 2012 fui mentor da criação e exposição do coque bola com técnica que usa apoio de espuma, auxiliando no volume e alinhamento. Acabou virando febre nacional, com a técnica sendo replicada em salões de beleza e na imprensa nacional.
Prova disso é que o coque bola passou a estampar capas e editoriais no Brasil. Recentemente, na Europa, vi diversas mulheres seguindo essa tendência: pessoas comuns, apresentadores de televisão, modelos... as noivas de 2012 são um bom exemplo de como o coque-bola “pegou”.
A seguir falo sobre os penteados de famosas que foram protagonistas de alguns dos casamentos mais comentados do ano:
Gracyanne Barbosa

AgNews
Gracyanne Barbosa optou por um penteado clássico, com coque e topete


O topete rodado dá volume ao top frontal nesse coque que proporciona volume ao véu, sendo a base de sustentação desse volume. O penteado tem mechas trabalhadas no topo, que podem ter vários desenhos, e são belas. Uma noiva clássica!
Mirella Santos

AgNews
Mirella Santos estava linda e clássica, mas poderia ter escolhido outra posição para o véu


Mais um belo clássico, uma variação dessa onda de bolas, torcidos, ninhos, etc. O acessório no arremate ficou bem interessante. Já o véu, eu colocaria em cima; oriento minhas noivas a isso, porque o véu é tão lindo e é um acessório que existe para cobrir, com suavidade, qualquer penteado. E ele aparece tão pouco: é protagonista apenas na cerimônia.
Dani Souza

AgNews
Dani Souza escolheu combinar o coque com uma franja que ajuda a alongar o rosto

Um clássico elegante para Dani Souza, que expressou beleza deixando rosto e colo livres, expondo a felicidade da maternidade. A franja equilibra formas, alongando e suavizando o rosto. Um coque no tom certo para uma noiva arrojada. Grávida, linda e segura de si.
Anne Hathaway

Reprodução
Anne Hathaway, de cabelos curtos, escolheu um acessório, ótima solução
Maravilhoso, deslumbrante, um retrô arrojado que caiu impecavelmente bem em Anne Hathaway, de sorriso largo e romantismo brotando na veia. O acessório é uma ótima solução para quem é adepta do curto, porque traz expressão, deixando o look como protagonista. O alinhamento dos fios é clássico.
Camila Alves

Reprodução/Revista People
Camila Alves escolheu um acessório para protagonizar o look

O coque torcido clássico de Camila Alves prova a grandeza do penteado pelo estilo, pela expressão de quem o carrega e dos acessórios que o complementam. É uma simplicidade de um coque à la bailarina, em contraposição com uma beleza absurda. O acessório tem o papel principal nesse nada, que é tudo.
Jessica Biel

Reprodução/Revista People
Jessica Biel escolheu o estilo romântico despojado

Um coque bola displicente, feito com movimento do próprio cabelo, dá esse ar de romântico despojado. É um cabelo sem grandes pretensões clássicas, mas que remete a tal estilo. A franja dá o ar da "Bonequinha de Luxo" dos tempos modernos e, jogada de lado, complementa bem o look. Jessica Biel estava encantadora.

Zezé que se separou de Zilu recentemente, estaria de affair com a ex-BBB.

 
Os dois teriam sido vistos em Salvador (Foto: Divulgação/Alexia Santi)
O cantor sertanejo Zezé di Camargo estaria iniciando um romance com a ex-BBB Anamara, conhecida como Maroca. A informação é do colunista Leo Dias, do jornal "O Dia", desta terça-feira (13).
De acordo com a publicação, os dois teriam sido vistos juntos em Salvador, na Bahia, recentemente. Questionada sobre o envolvimento com o ex-marido de Zilu, Anamara teria afirmado que o casal estaria pensando em assumir o affair.
Há alguns dias, o cantor beijou uma apresentadora paraguaia na boca, durante o programa de TV que ela comanda em seu país. O romance entre eles, no entanto, não decolou. Zezé está solteiro desde 2012, quando se separou oficialmente de Zilu, mãe de seus filhos.

Mulheres bonitas são mais conformistas e egoístas.

Pesquisa concluiu que as mulheres bonitas tendem a ser conformar com situações e colocar os próprios interesses à frente da vontade dos outros Foto: Getty Images
Pesquisa concluiu que as mulheres bonitas tendem a ser conformar com situações e colocar os próprios interesses à frente da vontade dos outros
Segundo alguns estudos, pessoas bonitas arrumam emprego mais rápido, ganham mais, têm mais facilidade para conseguir empréstimos e recebem penas de prisão mais leves. No entanto, um estudo feito pela Universidade Aberta de Israel e Universidade Hebraica descobriu que as mulheres bonitas são mais propensas a se conformar com situações e a colocar seus próprios interesses antes das vontades dos outros. As informalções são do jornal Huffington Post.

Pesquisadores pediram a 118 universitárias para preencher questionários sobre valores como segurança e conformidade, e traços de personalidade, como afabilidade e abertura. Eles, então, gravaram um pequeno vídeo de cada participante. Depois, pediram a um grupo de 118 alunos, 40% do sexo masculino, para assistir ao vídeo de uma participante aleatória e definir a taxa de sua atratividade, valores e características.

Os resultados do estudo, publicado na edição de novembro de 2012 da revista Psychological Science, concluíram que as pessoas enxergam como mulheres mais atraentes, as extrovertidas, experientes e conscientes. Por outro lado, de acordo com a pesquisadora Lihi Segal-Caspi, a atratividade apareceu correlacionada com valores que expressam a motivação para obedecer às regras sociais e com valores focados na autopromoção, em vez da preocupação com os outros.

A equipe de pesquisa, liderada por Segal-Caspi, interpretou os resultados como prova de que nunca devemos assumir “o que é bonito é bom”.  Os resultados, eles escreveram, indicam que "o belo luta pela conformidade, em vez de pela independência e de autopromoção em vez de tolerância ".